Quarto montessoriano para recém-nascido

Quarto montessoriano para recém-nascido

O quarto montessoriano para bebê recém nascido precisa de quatro espaços:

  • espaço de dormir
  • espaço de brincar
  • espaço de comer
  • espaço de asseio

Uma grande dúvida que muitos tem é a partir de que idade deve montar para um bebê o quarto montessoriano.

Veja mais sobre quarto montessoriano aqui!

Visto que pode ser feito para crianças até seis anos, não existe um consenso dos especialistas da área sobre uma idade certa para iniciar essa metodologia(1). Por isso vamos analisar outras áreas de conhecimento científicos para adaptar a técnica e ajudar você a montar o quarto montessoriano para seu recém nascido delícia.

O motivo principal da escolha por esse tipo de quarto é para o estímulo do neném, mas você sabia que existe outras formas de ajudar no melhor desenvolvimento emocional dele?

Quarto montessoriano para recém nascido

Quarto montessoriano pode ser feito para recém-nascido de várias maneiras. Não é por não ter colchão no chão que o quarto não será classificado como montessoriano! O berço pode ser alternativa sim para quem deseja. Só precisa observar alguns detalhes como os procedimentos e os espaços.

imagem de mamanveille.com
imagem de mamanveille.com

 

Para os procedimentos necessários para cuidar de um recém nascido, o quarto independente de montessoriano ou não, deve estar seguro e intacto por um ano inteiro! Isso mesmo, não ter alteração de móveis e objetos e até pinturas por um período de UM ANO. Detalhe: com o mesmo cuidador nesse período! Um único cuidador!

Desde o primeiro dia em casa ele deve dormir no mesmo lugar, sem alterações de objetos dentro do berço ou caminha até completar no mínimo um ano. Esse tipo de proceder leva o nome de “mesmice”. Mesmos brinquedos no berço, mesmos paninhos, mesmo ursinho, etc. todos os dias.  Por tanto, mesmo que o bebê não use todo o quarto no momento, o mesmo deve ser planejado com tudo que vai precisar pelo ano a frente! 

Quanto à segurança, não é bom ter muitos objetos e almofadas no berço ou colchão, isso poderá causar acidentes. O quarto montessoriano prioriza sempre segurança nos mínimos detalhes, por isso tenha paciência de testar e estudar tudo que possa ter alguma consequência negativa antes de montar o cantinho do bebê. A exemplo disso, os tão amados charutinhos, que só podem ser usados até a idade de três meses, pois além dessa idade podem causar sufocamento. O mesmo cuidado vale para as mantas e rolos de almofadas. Verifique se realmente protegem.

insta ribeiro_isadora
instagram.com/ribeiro_isadora

Espaços delimitados para montar o quarto montessoriano para recém-nascido

Normalmente a metodologia Montessori foi desenvolvida para estimular e aguçar a criatividade da criança, porém existe um momento desse método no ambiente que necessita de um “respiro”(1). Foi adaptado para o quarto do bebê um esquema para ajudar a montar o necessário para o dia a dia:

 

Veja mais:

 

 Os Quatro Espaços necessários

O quarto montessoriano para bebê recém nascido foi dividido em quatro espaços para as necessidades básicas do bebê. Mesmo se ele não tenha muito espaço no quarto ou divida o quarto com outros, deve-se utilizar esse método das divisões especificas dos espaços. Isso ajuda o bebê a desenvolver o que a psicologia chama de pertinência(4), ou estado de pertencimento local, muito importante para o desenvolvimento da autoestima.

www.mercisuzy.com
mercisuzy.com

 

  1.  espaço de dormir Consiste no lugarzinho onde vai colocar o berço ou a caminha no chão. Deve ser um local com cores claras, pois cores fortes podem agitar e estimular no local que deve ser dedicado ao descanso.  Para tanto, não é aconselhado uso móbiles e muitos lençóis, travesseiros e afins – tanto para não agitar como para priorizar a segurança do neném.
  2.  espaço de brincar - Tapete ou espuma adequada com segurança para o baby deitar e rolar mesmo nos primeiros dias de nascido. É importante para o estímulo motor, visto que pesquisas sugerem que a musculatura deve ser estimulada desde o primeiro dia - só por colocá-lo alguns minutos no dia de bruços, já os estimula. Também pode ser usados nos tapetes os mobiles, chocalhos e no espaço colocar um espelho na altura do olhar do bebê. O espaço de brincar não deve ser visível a partir do berço para não estimular.
  3.  espaço de comer É o canto certo para ele mamar! Pode ser na cama de apoio com a almofada de amamentação, ou na poltrona da mamãe. Sempre no mesmo ambiente para criar a conexão com o lugar.
  4.  espaço de asseio - O local onde vai ser trocado e até banhado, delimitado no local especifico do quarto. A troca de fraudas pode ser feita na cama de apoio ou em cima de uma cômoda.

 

insta thegfamily.co
instagram.com/thegfamily.co/
Tomar nota das suas necessidades

E mesmo dormindo no berço ele pode ter o quarto montessoriano desde o primeiro dia, e só com o tempo após o primeiro ano, conforme a criança for criando autonomia em seu movimento, podem transferi-la para uma cama baixa (ou um colchão no chão). Apenas após essa data pode se alterar alguns detalhes no quarto também, como acrescentar novos objetos.

Montar a caminha no chão para a autonomia de recém-nascidos é válido, porém caso a mãe tenha tido parto cesariana vai precisar ficar de molho por volta de três meses, o que implica não poder se abaixar para colocar o bebê no chão. Fique atenta antes de optar por esse modelo de cama nessa condição. No caso, o berço pode oferecer mais conforto e segurança para a criança e para a mãe (2). O importante é o perfeito desenvolvimento da criança em sentido emocional.

Mais sobre o período do self –

Sabendo que para montar o quarto montessoriano para bebê recém nascido adequado de verdade, deve ser no mesmo ambiente sem alterações por um ano completo - segundo psicanalistas e especialistas em neurociência é primordial para a formação e amadurecimento do sistema límbico - formação do self (3), que não pode ser desenvolvido em nenhuma outra época, só no primeiro ano de vida. 

Muitos traumas psicológicos e patologias em crianças que não tiveram esse tempo respeitado foram registrados por muitos cientistas como Donald Winnicott. Respeitar esse período de um ano da criança também inclui aos pais não mudarem o visual, nem mudarem de cuidador – como “terceirização”(2)- pois o bebê pode estranhar o cuidador - sentir falta da mãe - e aí o estrago está feito! O resultado é a “indiferença” (4).

Por isso reforço que em caso de duvidas, consulte um profissional da psicologia além de pediatras para auxiliar de forma adequada e personalizada!

Para mais informações, pode entrar em contato conosco por aqui ou no Insta!

 

___referências

  1. Descoberta Da Criança, A - Pedagogia Científica -  Maria Montessori – Ed. KIRION
  2. Bebês e suas mães – D. W. Winnicott -  Ed. Wmf Martins Fontes
  3. Cuidado, afeto e limites: Uma combinação possível – Capelatto e Martins Filho - Papirus 7 Mares
  4. A teoria do amadurecimento de D. W. Winnicott - Elsa Oliveira Dias – Ed. DWWeditorial

 

Categoria

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é um visitante humano ou não e para evitar envios automatizados de spam.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.