Como escolher a cor ideal para o ambiente

Cinza azulado, cor tendência para 2020

É indispensável antes de começar a pintar a sua parede, saber a cor certa.

A dica dos especialistas em pintura é experimentar os tons. A luz do ambiente altera a percepção da cor idealizada para o lugar. Pois a cor muda de acordo com iluminação, então pode não parecer a mesma que você viu no armazém na hora da compra!

Então antes de comprar a tinta, leve a amostra dela e de mais duas ou três tons aproximados para testar na parede em questão.

Veja aqui o que evitar na hora de escolher a cor da parede!

Por exemplo, gostou de uma tinta azul? Leve a amostra da tinta petróleo, marinho, cobalto... assim por diante. Devem-se pintar quadrados e observar o resultado de qual fica melhor no lugar. Agora algumas marcas vendem amostra da tinta em papel para colocar na parede e fazer esse teste.

Mas como escolher a minha cor ideal sem arrependimentos futuros?  Pode seguir como referência de cor um objeto preferido, tipo sua blusa mara, ou quadro preferido. Busque a sua imagem preferida, seja de uma viagem ou de alguma lembrança boa, tente transmitir em cores.

Outra forma de saber é observar a natureza. Tente identificar qual seu estilo antes de escolher a determinada cor: por exemplo, você prefere campo, praia ou montanha? E sempre opte por cores que toquem seu coração e que lhe transmita uma boa emoção e sensação de bem estar!

Veja aqui como fazer pintura geométrica na parede!

 

Dulux Brun Valentine

A improvável combinação dos terrosos com o amarelo, confere leveza e aconchego ao ambiente que antes era frio.

Cadeira La Redoute cinza em destaque na parede cor de chumbo.

Cadeira La Redoute cinza em destaque na parede cor de chumbo. Porta revista em rattan.

 

Não tenha pressa para escolher sua cor. Se tiver duvidas, imprima a foto das imagens escolhidas e deixe a mostra para visualizar todos os dias, se enjoar, não é sua imagem, consequentemente não é a sua cor. É tiro e queda_ assim, aos poucos dá pra descobrir a cor ideal para o ambiente, sem futuros arrependimentos.

Na composição de mais cores, é bom ter bom senso. Compor mais de quatro cores pode cansar o olhar. No máximo três entre elas os tons naturais, como areia, nude e azul, e areia, palha e vermelho. Ou três tons da mesma matiz como vermelho, framboesa e rosa, por exemplo.

Ambiente Sandrine Carré

Creme, rosa antigo e nude com móveis em madeira clara. Composição super harmônica e aconchegante. Ambiente Sandrine Carré

Vinho e coral na cozinha para abrir o apetite!

Living coral da Coral (Dulux) e Vinho na cozinha para abrir o apetite!

 

O importante é não deixar a parede em destaque brigar por atenção com a mobília. Determine antes de pintar o que vai ser o ponto focal do ambiente: ou a mobília, ou a parede.  Se caso for um ambiente de pouca circulação como lavabo ou dispensa, pode-se ousar um pouco mais. Aí compor cores fortes e papeis de paredes é uma boa pedida.

Veja aqui como pintar móveis em degradê!

Para não errar mesmo nos demais ambientes, a dica eterna a ser dada é: menos é mais! Para mais informações consulte um designer de interiores ou arquiteto e descubra a melhor composição para seu ambiente.

Tréteaux Orchid Edition tripé de rattan em destaque na parede cinza.

Tréteaux Orchid Edition tripé de rattan em destaque na parede cinza.

Comentar

CAPTCHA
Esta pergunta é para testar se você é um visitante humano ou não e para evitar envios automatizados de spam.
CAPTCHA de imagem
Digite o texto exibido na imagem.